Revista Lulu´s

Surtadas na TPM

18/10/2017 17:00

Sim, se tem uma coisa chata, é TPM! É um período no qual nós, mulheres, deixamos de ser normais...  Umas ficam mais loucas do que outras, mas se é ruim para nós, imagina para quem está por perto?

OS VERDADEIROS SIGNIFICADOS DE TPM
•    TOTALMENTE PIRADA E MALUCA
•    TEMPO PARA MEDITAÇÃO
•    TODOS OS PROBLEMAS MISTURADOS
•    TENDENCIA PARA MATAR
•    TODA PAIXÃO MURCHA
•    TEMPORADA PROIBIDA PARA MACHOS
•    TOCOU, PERGUNTOU, MORREU!
•    TENTE NO PRÓXIMO MÊS
•    TENHA PACIÊNCIA, MEU!
•    TÔ P... MESMO!!!

Sabemos que os sintomas físicos e comportamentais causados pelas alterações hormonais interferem significativamente nesses dias. Os mais comuns são irritabilidade, ansiedade, mau humor, indisposição, tensão nervosa, depressão, dores de cabeça e retenção de líquidos, principalmente nessa época, quando ficamos ainda mais inchadas por causa do calor.
Pesquisas indicam que 75% das mulheres sofrem com estes sintomas e, destas, somente 5% necessitam de tratamento médico. Logo, dá para amenizar a loucura adotando alguns bons hábitos!



PRATIQUE ATIVIDADES FÍSICAS E... RELAXE

Atividade física libera endorfina que dá sensação de prazer e relaxa o corpo e a mente; ajuda no funcionamento do intestino e reduz o edema. Opte por caminhadas, ciclismo, natação, yoga ou hidroginástica, pelo menos durante 30 minutos e quatro vezes por semana. Como coadjuvante, abuse do chá de camomila, do suco de maracujá ou da santa valeriana - que  é antiespasmódica, sedativa, calmante, sonífera, anticonvulsivante e relaxante.

ALIADOS NA ALIMENTAÇÃO

A baixa serotonina - substância que traz sensação de bem estar e prazer - pode ser controlada através do consumo de alimentos ricos em vitamina B6, magnésio e ácido fólico, que ajudam a converter o triptofano em serotonina e, com isso, melhoram a disposição e controlam a oscilação de humor. Consuma:
•    Vitamina B6: cereais, banana, leguminosas (soja, grão de bico, feijão, lentilha),
•    Magnésio: vegetais folhosos escuros, cereais integrais, oleaginosas (nozes, castanhas).
•    Ácido Fólico: vegetais folhosos escuros crus (rúcula, almeirão, escarola, couve).
•    Triptofano: açaí, banana, damasco, leite, cereais integrais.

Evite consumir sal, alimentos e produtos industrializados. Beba bastante água e aumente o consumo de alimentos diuréticos como alface, pepino, aipo, alcachofra, salsinha, melancia, tomate, melão, morango, abacaxi. Evite a cafeína (café, chá preto, refrigerante), pois ela estimula o sistema nervoso central, piorando tudo! Nessa fase, chocolate parece ser a salvação do mundo! Mas controle-se! Coma pouco para não se lamentar depois, quando subir na balança!

SEXO, SEXO, SEXO...

Que ele é muito bom, todo mundo sabe! Mas é melhor ainda neste período porque libera a endorfina, queima calorias, reduz o inchaço, eleva a autoestima e reduz os sintomas da depressão... Ou seja, ele é um santo remédio!

SINTA PRAZER NO SEU DIA A DIA!

Para melhorar ainda mais, saia da rotina e invista em você: namore muito, durma bem e acorde disposta! Pegue o seu cartão de sócia do CLUBE DAS LULU’S e usufrua dos benefícios que ele oferece: faça fotodepilação, limpeza de pele, cabelo e unhas, a sobrancelha ou um alongamento de cílios! Organize uma festa! Compre roupas, sapatos e acessórios novos; escolha um delicioso perfume e produtos de beleza de qualidade; coloque suas consultas médicas em dia; cuide da saúde, do corpo e da mente. Alimente-se bem e com qualidade, almoce ou jante em ótimos restaurantes, depois se divirta no embalo da noite e finalize com um upgrade no motel! Ou seja, utilize todos os produtos e serviços que o CLUBE DAS LULU’S disponibiliza para facilitar sua vida e deixá-la com muito mais tempo para curtir! E tudo isso com descontos exclusivos! Não é o máximo do prazer e da satisfação? Permita-se! Aprenda a lidar com a TPM e transforme todos os seus dias em pura alegria e satisfação!

Mantendo o pensamento POSITIVO

21/09/2017 16:00

Hoje em dia, a opção de estar sozinho (a), sem ter um companheiro (a) é encarada de forma natural, até mesmo porque ninguém é obrigado a ter que dividir o mesmo teto com outra pessoa e se sujeitar ao outro somente para manter um rótulo social. Isso ocorre também para casais que optam por NÃO terem filhos. Está tudo bem... e por que não? Felizmente, a sociedade evoluiu e entendeu que cada um pode e deve escolher como quer viver e ser feliz e, o melhor, ser respeitado em sua escolha!

Mas, voltando ao assunto, há quem prefira ser livre, leve e solto (a) e há quem prefira estar acompanhado o tempo todo. Até aí tudo bem. Mas, e quando as pessoas querem ter alguém e não conseguem encontrar aquela pessoa especial? Pois bem... saiba que para isso acontecer, não basta apenas preparar o coração, o cérebro também tem que estar preparado e afinado com o objetivo a ser alcançado. Sim! Se você realmente quiser encontrar alguém, o universo vai entender a mensagem e trazer a criatura até você....

Ao invés de culpar o coração, reprograme o seu cérebro

Todo mundo já sabe falta de confiança em si mesmo, timidez e ansiedade são os maiores inimigos de quem busca conquistar um amor. Portanto, trate de gostar mais de si mesmo antes de começar a desenvolver uma série de atividades que vão ajudar o seu cérebro a evoluir para atrair o amor e ficar mais perceptivo. Então treine, assim como na academia...

Desenvolva suas habilidades

1. Capacidade de raciocínio: para treinar, busque decifrar enigmas ou jogos de lógica. Com isso, será mais fácil perceber quando alguém está afim de você! Muitas pessoas demoram um pouco a se dar conta de que aquele indivíduo aparentemente inofensivo, com cara de amigo (a) ou de bobo (a), está louco (a) para chegar. Esse treino também ajuda a encurtar discussões desagradáveis ou torná-las mais fáceis de serem resolvidas.

2. Memória: lembrar datas, conversas, pratos preferidos e detalhes são essenciais para que o outro perceba que você se importa com ele e note a sua presença. Relacionamentos dão trabalho, amor! Tem que ouvir de verdade o que o outro diz, prestar a atenção, se dedicar e pensar nele boa parte de seu tempo! Se a sua memória não é grande coisa ou se você é do tipo «cabeça nas nuvens», estimule a sua capacidade praticando com jogos de memória infantis. É bem divertido e pode ser legal brincar com aqueles seus sobrinhos, de vez em quando! Palavras cruzadas também ajudam.

3. Criatividade: inovar na hora de fazer o primeiro, o segundo, o terceiro e sabe-se lá mais quantos contatos serão necessários, saber preparar boas surpresas e encontros é um ponto extra na conquista. Para quem está afim de verdade do outro, agradar é moleza, mas para quem só está interessado em arranjar uma companhia vai precisar de uma dose extra de paciência. Mesmo depois da conquista, mandar mensagens interessantes, que despertem a curiosidade e deixem o outro louco para te ver, também é algo positivo e, para não cair na rotina, a criatividade também ajuda em tempos de grana mais curta.

Acredite em si mesmo e exercite pensamentos bons e positivos

Olhe para bem dentro de você.
Somos o que pensamos e com os nossos pensamentos fazemos o nosso mundo. Ou seja, cada um tem uma percepção diferente da realidade, que é constituída através da visão que tem de mundo, influenciada por seus pensamentos. Mas, sabendo que podemos fazer de nossa existência um lugar melhor, porque deixar de fazer? Lembre-se: faça acontecer. Tentar não existe. Ou você faz ou não faz!

Elimine as palavras negativas

Por exemplo: se você disser NÃO quero pensar em um elefante, no que você vai pensar? Pois é. Adivinhou! Em um elefante! Então, adiantou usar a palavra NÃO na frente? Seu cérebro não faz distinção, portanto, elimine essa palavra e pare de chamar para si coisas que NÃO quer. Chame somente as que deseja de verdade!

O padrão mental criado pelo seu cérebro expressa a realidade com as mesmas limitações que foram adquiridas e aceitas por você. Ou seja, se você DISSER e ACREDITAR que pode fazer algo, criará um campo de energia que irá vibrar na frequência que está sentindo. Mas, por outro lado, se DISSER e SENTIR (bem lá no seu íntimo) que NÃO pode fazer algo, ou NÃO é capaz, ou NÃO gosta de fazer, estará transformando isso numa verdade sua e criando um campo de energia que, fatalmente, irá manifestar a sua realidade com base no que foi gravado em seu subconsciente.

Parece complicado, mas não é. Basta treinar!

Família

24/08/2017 08:00

 

familia.jpg

Muitas crianças são criadas por uma mãe e um pai, por duas mães ou dois pais, por um pai sozinho ou por uma mãe, por padrastos, em um parentesco por afinidade, por avós, tios, irmãos e por famílias reconstituídas, reagrupadas, adotivas e de acolhimento. Em todas, o bem-estar delas é determinado pela qualidade das relações parentais e não pela estrutura de suas famílias. Ou seja, o que faz uma família, ou não, é somente o AMOR!

Mas por que família é tão importante?
Simples! Para que nenhuma criança, adolescente, jovem, adulto ou idoso se sinta abandonado, carente e/ou infeliz, sem o auxílio e o apoio de uma família que os ame, cuide e respeite.

Liberdade corrompida
Os conceitos de família mudaram e os pais não souberam lidar com a liberdade adquirida. O preço foi alto. Em muitas famílias não hão há mais o respeito mútuo, confiança, diálogo e afeto. A base foi corroída, há omissão e violência familiar. Há uma necessidade urgente de se resgatar os vínculos verdadeiros e sadios, a educação sólida e os valores morais.

Untitled-17d0e3.jpg

 


AS LIÇÕES QUE DEIXAMOS ENQUANTO ENSINAMOS

#Responsabilidade e Autodomínio
Como sabemos, há adultos que dizem:  "aconteceu, eu não queria fazer isso, não pude evitar".
Será? As razões para fazer más escolhas são muitas, não importa. O fato é que somos nós é que as escolhemos! Então não vamos fugir da responsabilidade... Crianças que crescem em torno de adultos que assumem responsabilidade e praticam autodomínio também assimilam esses conceitos.

#Exemplo
Quando você faz algo errado, deve explicar aos seus filhos que você falhou e sua decisão de fazer o certo foi negligenciada por um momento. Assuma e diga-lhes que você vai fazer diferente da próxima vez.

#Análise
Quando a criança faz algo errado e diz: "aconteceu", com calma peça-lhe para parar e pensar sobre o tempo que antecedeu ao evento. Pergunte como estava o seu estado de espírito, seu humor e o que pensou antes do fato. Ajude-a entender por que a má decisão tomada pode fazê-la evitar errar e como ela acha que pode prevenir-se para não fazer de novo.

#Responsabilidade e Misericórdia
Muitas vezes, as crianças são sábias o suficiente para descobrirem um castigo justo para as suas próprias ações. Então pergunte qual a sua opinião e qual deverá ser a correção após uma má escolha.
Leve isso em consideração ao decidir o que fazer a seguir. Não deixe de corrigi-lo, mas aproveite o entendimento dele para o seu próprio bem. O objetivo é ensiná-lo a fazer o certo porque é o que deve ser feito e não pelo medo da punição. Um dia, serão adultos e não terão alguém para responsabilizá-los, então precisam aprender como fazer isso por si próprios.

#Elogio
Certifique-se de que você percebe quando as coisas dão certo. Quando seu filho faz boas escolhas e é responsável, mostre que você notou e dê-lhe os parabéns. Isso o ajudará a lembrar e escolher melhor da próxima vez que estiver diante de uma decisão difícil.
Reforce, perguntando: "como você se sente com as boas escolhas que você está fazendo?".

#Ensinamento
Invista esforços e energia para ajuda-los a entender que são os únicos responsáveis por seus atos e devem pensar antes de agir. Às vezes, como pais, nos sentimos exaustos a ponto de desejarmos dizer: "Ah, descubra por si mesmo! Vá em frente, cometa algum erro estúpido! Você vai se arrepender se deixar por isso mesmo”.
Quanto mais filhos, maior o esforço. Mas, se você se dedicar, no final, quando eles estiverem no mundo por conta própria, criando os seus próprios filhos de forma responsável, você vai se sentar e saborear aquela xícara de chá e orgulhar-se por ter feito um bom trabalho.

A cama revela

11/08/2017 14:50

Revista Lulu´s

O Blog da Lulu´s Revista é atualizado por Lilian M Bertoglio, formada em Artes e Administração de Empresas, ambas pela FURG.Editora-chefe, responsável pela concepção, planejamento, design e diagramação da Revista Lulu's. Idealizadora e proprietária da Revista Lulu's e do Clube das Lulu's.

Arquivo

Outros Blogs

Voltar Topo