Câmara de Vereadores

Apresentação

Balanço dos cem dias de gestão é realizado em coletiva na Câmara

Por Rodrigo de Aguiar , 15/04/2019, 17h23

Os 100 primeiros dias da gestão da presidente da Câmara Municipal, vereadora Andréa Dutra Westphal, Tia Déia, foram apresentados em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira. Entre os pontos destacados pela chefe do legislativo estiveram a qualificação do quadro de servidores, a retomada da Escola do Legislativo, reorganização logística de setores, entre outros.

De acordo com ela, ao longo desse período foi possível fazer um apanhado geral da casa, seja no setor de materiais quanto no de recursos humanos. Para a parlamentar, a Escola do Legislativo possui uma função social muito importante para o município e é através dela que se pretende qualificar servidores e vereadores, além de futuramente estender essa capacitação para integrantes de conselhos e associações.

A implantação do portal eletrônico, a partir de maio, irá facilitar o acesso às informações por parte do cidadão, o que na visão da presidente do legislativo se reveste de uma grande importância, pois o atual site encontra-se obsoleto e carente de novas tecnologias. A partir da reestruturação, os serviços serão otimizados e trarão ainda mais clareza aos atos praticados.

Na área da segurança, Andréa revelou a disponibilização de um sistema que permitirá elaborar o histórico da circulação de pessoas no prédio, assim como armazenar a foto da pessoa, cujo cadastro deverá ser atualizado a cada 90 dias. Essa tecnologia já estava disponível no sistema já implementado na casa e agora passa por um processo de atualização.

Ainda falando em segurança, a parlamentar também revelou a necessidade da realização de serviços necessários, como a elaboração do Projeto de Prevenção e Combate à Incêndios (PPCI) e a construção de uma subestação de energia, devido aos sucessivos curtos na fiação que levaram a CEEE a interditar a rede elétrica. A implantação da subestação geraria uma economia de energia na ordem de 40%.

A gestão também recuperou neste período um automóvel, ano 2012, que estava há pelo menos um ano parado e que seria dado como inservível. Outro ponto elencado durante a coletiva foi o relacionado à unificação dos setores, que permitiu fazer com que os processos licitatórios se tornassem ainda mais dinâmicos, em razão de uma maior aproximação das áreas técnicas.

Sobre os casos já conhecidos de suposto mau uso do dinheiro público, Andréa disse que não cabe a ela fazer juízo de valor, pois estas questões já estão com o Ministério Público (MP) e o resultado das investigações será apresentado no momento oportuno. Ela também informou que ao assumir a presidência esteve reunida no MP e colocou a Câmara à disposição e explicou que as obras emergenciais serão informadas ao órgão em sinal de respeito.

Foto: Rodrigo de Aguiar/Grupo Oceano

Voltar Topo