Estado

Criminalidade

Furtos a residências caem 54,98% em relação ao mesmo período de 2017

Por Assessoria , 11/01/2018, 12h00

Após 25 dias de início da 48ª Edição da Operação Golfinho, a Brigada Militar divulga um balanço dos principais indicadores de criminalidade que apresentaram redução no período, em comparação com o ano passado. Os dados refletem o planejamento das ações da Brigada Militar, levando-se em conta os crimes mais incidentes nos 45 balneários de mar e de água doce onde a Corporação está mobilizada.

Em relação aos roubos de veículos houve uma redução de 44% em relação ao mesmo período de 2017. Os furtos do tipo arrombamento apresentaram queda de 47,6%, na mesma relação. Furtos de veículo também caíram 39%. Os casos de roubos a residência reduziram 50%.

Um dos índices mais significativos, que apresentou queda de 54,98%, foi o de furtos em residência, uma demanda constante dos veranistas que, muitas vezes, não permanecem ocupando seus imóveis durante todo o ano e acabavam sendo vítimas de furto em suas casas e apartamentos.

Desde o início da Operação, somente pelas rodovias estaduais, ingressaram no Litoral Norte 1,3 milhão de veículos, e no Litoral Sul, cerca de 856 mil. Segundo o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Andreis Sílvio Dal'Lago, o aumento populacional nessas regiões gera mais demanda por serviços públicos.

Na área da segurança pública, de acordo com o comandante, "a população pode ter a certeza de que a Brigada Militar tem empregado um reforço considerável nos recursos humanos e também materiais, especialmente com o aporte de viaturas recebido recentemente do governo estadual".

Foto: Everton Ubal/Divulgação

Voltar Topo