Rio Grande

Empenho

Diversos segmentos se mobilizam na defesa da UTE Rio Grande, em Brasília

Por Assessoria , 09/02/2018, 09h05

Uma comitiva de lideranças locais, regionais e estaduais estiveram participando de uma reunião com o diretor-geral da ANEEL, em busca da implantação da Usina Termelétrica Rio Grande. O encontro ocorreu no início da noite de quinta-feira, 08.

O prefeito do Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer, representou a Azonasul. Também estiveram participando do encontro o secretário Chefe da Casa Civil, Fábio Branco, o presidente da Câmara de Vereadores, Flávio Maciel, a senadora Ana Amélia Lemos, Danilo Giroldo, da Universidade Federal do Rio Grande e o Arranjo Produtivo Local, e o presidente da Câmara de Comércio do Rio Grande, Antônio Bacchieri. O diretor-geral da ANEEL, Romeu Rufino, ouviu o grupo que reforçou a importância da Usina Termelétrica Rio Grande (UTE) para o município e para o estado.

O prefeito Alexandre comentou que a expectativa é que o empreendedor possa apresentar todos os elementos que estão sendo solicitados para a análise do projeto ainda no mês de março. O Chefe do Executivo destacou, ainda, que o projeto ainda corre risco, por conta da análise legal e técnica por parte da Agência, vinculada ao Ministério de Minas e Energia. “Trata-se de um processo complexo e a mobilização de todos os segmentos que estiveram em Brasília reforça a união de esforços para que possa ser revista a revogação da outorga e, consequentemente, o projeto se torne realidade. Não é uma pauta só do município do Rio Grande, mas da região e do estado do Rio Grande do Sul como um todo”, complementou.

A Usina Termelétrica Rio Grande (UTE) representa um investimento de aproximadamente 3,3 bilhões de reais, com a criação de cerca de 4 mil empregos diretos no início das obras, além do desenvolvimento de novas cadeias produtivas em Rio Grande e região.

 

Foto: Renan Arais / PMRG / Divulgação

Voltar Topo