Estado

Educação

Começa a recuperação na rede elétrica das escolas estaduais

Por Assessoria , 14/05/2018, 06h03

A parceria feita por meio de termo de cooperação do governo do Estado com oito universidades gaúchas, firmada em fevereiro de 2018, começa a trazer resultados, possibilitando a elaboração de projetos de reforma elétrica nos estabelecimentos das escolas estaduais dos municípios.

A meta é desenvolver projetos para 200 escolas já selecionadas em todo o Rio Grande do Sul, com a participação de 70 estagiários e um investimento de R$ 200 milhões em quatro anos. A verba é de um empréstimo junto ao Banco Internacional do Desenvolvimento (Bird), além de contrapartida do Estado.

Segundo o secretário da Educação, Ronald Krummenauer, a iniciativa de modernizar a rede elétrica das escolas é uma reivindicação antiga e também atende a um pedido trazido pela conversa que manteve com todos os gestores escolares do estado, em março e abril deste ano, o Bate-Papo com os Diretores.

A ação promoveu uma conversa do secretário com cada um dos mais de 2,5 mil diretores de escola. “Em todos os encontros, a questão da rede elétrica das instituições foi tema recorrente. A parceria com as universidades vai agilizar a elaboração dos projetos, um dos gargalos existentes para resolvermos estes problemas”, afirmou Krummenauer.

Universidades que estão participando

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM);

Pontifícia Universidade Católica do RS (PUC);

Universidade de Caxias do Sul (UCS);

Universidade de Passo Fundo (UPF);

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI);

Universidade Federal do Pampa (Unipampa);

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Riograndense (IFSul/Pelotas);

Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Foto: Divulgação

Voltar Topo