Rio Grande

Fake News

OceaNOFAKE - Aqui, notícia falsa não tem voz!

Por Redação , 14/09/2018, 15h39

O OceaNOFAKE é uma plataforma onde o setor de jornalismo busca averiguar informações que chegam através dos ouvintes, dos leitores do portal e também através das redes sociais, como Facebook e WhatsApp. Durante nossa programação, os ouvintes da 97,1 FM ficam sabendo diariamente quais notícias que estão circulando são FAKE NEWS. Além disso, aqui no Portal de Notícias o leitor poderá acompanhar toda sexta-feira um apanhado geral de todas as informações que foram averiguadas pelo setor de jornalismo.

Hoje, você acompanha as notícias que foram veiculadas do dia 10 ao dia 14 de setembro em nossa programação. Afinal, aqui na Oceano FM, notícia falsa não tem VOZ!

- Segunda-Feira (10):

Uma dica simples de saúde, supostamente para evitar um AVC (acidente vascular cerebral), tem circulado pelas redes sociais. De autoria atribuída a um socorrista, a mensagem faz um alerta para quem costuma acordar de madrugada para tomar água ou ir ao banheiro. De acordo com o texto que circula no WhatsApp, o socorrista alerta para a suposta regra do um minuto e meio, que diz que a pessoa deveria ficar deitada ao acordar durante 30 segundos. Depois, sentar-se na beira da cama por mais 30 antes de, enfim, se levantar. No entanto, de acordo com o neurologista Mauro Gomes de Araújo, especialista em acidentes vasculares cerebrais, o fato de levantar-se rápido não possui relação alguma com o AVC. O especialista alerta que levantar-se bruscamente pode causar apenas uma lipotimia, que é uma queda brusca de pressão. Além disso, pacientes que estão prestes a ter um AVC, sentem entre outros sintomas, fortes dores de cabeça, fraqueza ou dormência na face, paralisia do corpo e perda súbita da fala e da visão. Portanto, a notícia que circula nas redes sociais é FAKE.

- Terça-Feira (11):

Os pedidos de asilo de venezuelanos ao Brasil pularam de 30 para 60 mil só nos primeiros seis meses deste ano, de acordo com a Polícia Federal. No entanto, circula nas redes sociais uma informação de que uma ação do governo estaria estimulando esse fluxo migratório. De acordo com o texto, o Brasil teria uma "Bolsa Imigrante" para os venezuelanos que chegassem ao Brasil, no valor de R$ 1.500,00. No entanto, o Ministério da Casa Civil afirmou que a informação é falsa, e que o governo tem trabalhado apenas para ordenar as fronteiras e acolher os venezuelanos em situação de vulnerabilidade, mas não com ajuda financeira. Portanto, a informação é mais uma FAKE NEWS que circula nas redes sociais.

- Quarta-Feira (12): 

O atentado sofrido pelo candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, em Juíz de Fora-MG, na última quinta-feira causou comoção tanto em seus eleitores como em seus opositores. Não demorou muito, também, para diversas teorias serem criadas nas redes sociais. Uma delas afirma que Bolsonaro teria articulado um esquema para forjar o ataque e se beneficiar disso eleitoralmente. De acordo com a notícia, o candidato teria passado por um treinamento em seu quarto de hotel em Minas, além disso, a encenação teria envolvido policiais, médicos e seguranças que teriam encoberto a farsa por dinheiro. No entanto, a notícia é mais uma FAKE NEWS disseminada nas redes sociais. O Hospital Albert Einstein, considerado referência mundial de saúde, confirmou ainda no final de semana que o candidato está internado em suas unidades vítima de um ferimento de arma branca e ainda em estado grave de saúde.

- Quinta-Feira (13):

Um documento circula no WhatsApp com uma suposta pesquisa do DataFolha sobre as eleições presidenciais. Na descrição do documento, o texto fala que o desejo dos eleitores em votar em Lula chega a 49%. No cenário sem Lula, Haddad ainda lidera, seguido por Bolsonaro. No entanto, o diretor do DataFolha, Mauro Paulino, afirmou que a pesquisa é mais uma FAKE NEWS. O DataFolha realizou até o momento apenas uma pesquisa, divulgada no dia 10 de Setembro, que aponta o candidato Jair Bolsonaro como líder nas pesquisas, com 24% das intenções de voto. 

- Sexta-Feira (14): 

Uma grande polêmica vem se espalhando na internet sobre um suposto vídeo do ex-goleiro do Internacional, atualmente no Liverpool e na seleção brasileira, Alisson Becker. Nas imagens, o homem aparece com algumas mulheres e usando cocaína. No entanto, um canal americano divulgou a informação de que o vídeo é de um ator estrangeiro, que inclusive não fala português nas imagens. Além disso, poucas são as características que se assemelham ao goleiro, que é casado e possui uma filha de 3 anos. Portanto, a informação é mais uma FAKE NEWS.

OceaNOFAKE - Aqui, notícia falsa não tem voz!

Voltar Topo