Zona Sul

Duplicação

Obras no acesso à São Lourenço do Sul estão em ritmo acelerado

Por Assessoria , 10/01/2019, 16h16

O Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT), em razão do ritmo avançado das obras de duplicação da BR 116, no entorno de São Lourenço do Sul, esclarece às pessoas que residem às margens da rodovia e aos motoristas como se dará o acesso às localidades. De acordo com o órgão, no km 465,400, haverá um viaduto de trevo completo, também conhecido como “Trevo de Quatro Folhas”.

A obra na entrada do município teve início em maio de 2018 e está com 40% dos serviços de terraplenagem concluídos. Segundo o engenheiro do DNIT responsável pelo Lote 7, Henrique Coelho, “o projeto originalmente previa um viaduto com duas folhas, no sentido de Pelotas, e quase um quilômetro de ruas laterais em direção a Porto Alegre”. Do projeto original “foi sugerida essa alteração para melhorar o projeto técnico, retirando as ruas laterais e colocando as quatro alças do viaduto, baixando inclusive o custo da obra e permitindo movimentos mais seguros”.

Os motoristas que estiverem se deslocando de São Lourenço do Sul para a localidade de Boqueirão ou para o município de Canguçu pela RS-265 vão passar sobre o viaduto transversal, cruzando por cima da BR-116. Já os condutores que estiverem na BR-116, tanto no sentido de Pelotas como de Porto Alegre, passarão por baixo do viaduto. Os condutores que pretenderem acessar São Lourenço e/ou a localidade do Boqueirão (Canguçu) deverão utilizar as alças laterais.

Apenas a alça no sentido Porto Alegre-Pelotas, para acesso à localidade de Boqueirão, será provisória, devido a uma pendência de desapropriação que já está tramitando na Justiça. Está previsto para as primeiras semanas de 2019 o início da construção da estrutura do viaduto sobre a BR-116. A conclusão da obra do viaduto de acesso à São Lourenço do Sul é para o final desse ano.

Foto: Divulgação/Solano Ferreira

Voltar Topo